Carregando Eventos

« Todos Eventos

  • Este evento já passou.

Galeria Aura apresenta exposição “A Hora Mágica”

abril 6 @ 10:00 - maio 3 @ 19:00

A Galeria Aura, na Vila Madalena, abriu, no dia 5 de abril, a exposição “A Hora Mágica”, da artista Leticia Lopes, com curadoria de Gabriela Motta. O título da mostra remete a uma expressão usada no cinema e na fotografia para designar aquele momento do nascer ou pôr do sol no qual a luz fica mais difusa e as cores mais saturadas, o que gera uma ambiguidade: uma atmosfera mágica na qual é impossível saber se o dia está começando ou terminando.

A partir de suas observações em relação as narrativas atribuídas às imagens que compõem a história da arte, Letícia Lopes organiza suas próprias imagens-pintura em torno de alguns temas universais identificáveis nessas leituras. Cenas de rituais pré históricos ou de rituais do universo da arte contemporânea, por exemplo, como a performance de Joseph Beuys com seu Coiote, alinham-se numa discussão que aponta justamente para a arbitrariedade das classificações e para a o reconhecimento das manifestações estéticas enquanto linguagem.

Seguindo a mesma lógica de imagens ambíguas, a artista também apresenta a série “Constelações”, que traz telas empilhadas e imagens sobrepostas. Essas pinturas podem ser vistas como nuvens de hidrogênio, poeira cósmica e gases ionizados que se formam a partir de restos de estrelas, universo simbólico que sempre pautou a humanidade em suas buscas cientificas e espirituais. Assim como nos demais trabalhos da exposição, essas pinturas encarnam nossas sempre renovadas – e fracassadas – tentativas de nomear e dar a conhecer o mundo em sua totalidade.

Galeria Aura – Expo A Hora Mágica por Letícia Lopes – Constelação 1.
Galeria Aura – Expo A Hora Mágica por Letícia Lopes – Constelação 3
Galeria Aura – Expo A Hora Mágica por Letícia Lopes – Pintura 4 – Caça – Conflito (Moby Dick ou o Leviatã).
Galeria Aura – Expo A Hora Mágica por Letícia Lopes – Pintura 5 – Paisagem ao Anoitecer.
Galeria Aura – Expo A Hora Mágica por Letícia Lopes – Pintura 9 – Sexo (Vênus sobre fotografia de editorial).

“A intenção é falar que, no fim das contas, continuamos pintando e vendo o que queremos pintar e ver, não necessariamente o que as coisas são, pois não sabemos o que são as coisas nem nada sobre o mundo. As representações são uma maneira de entender que lugar é esse no qual vivemos e quem somos”, explica Leticia Lopes.

Serviço Galeria AURA apresenta A hora mágica por Leticia Lopes:

Endereço: Wisard, 397 – Vila Madalena, São Paulo

Evento de abertura: dia 05 de abril, das 19h às 22h

Visitação: de 06 de abril até 03 de maio de 2018.

Horários: de terça a sexta das 10h às 19h. Sábado das 11h às 17h.

Telefone: (11) 3034-3825

Informações: info@aura.art.br

Sobre Leticia Lopes

Letícia Lopes nasceu em Campo Bom, RS, 1988. É bacharel em Artes Visuais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS, 2015). Participou de várias exposições coletivas, como: Faturas (Memorial do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2016), Exigências do Desenho (Acervo Independente, Porto Alegre, RS, 2015), Arte.RS (Memorial do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 2014), Polarizações – Região Sul (Atelier Subterrânea, Porto Alegre, RS, 2014), 1ª Exposição Coletiva (Acervo Independente, Porto Alegre, RS, 2014), 20º Salão de Artes Plásticas de Praia Grande (Palácio das Artes, Praia Grande, SP, 2013). Foi selecionada pelo Programa RS Contemporâneo (2016), por meio do qual expôs individualmente Presença Sinistra, com curadoria de Marcelo Campos (UFRJ), no Santander Cultural. No ano anterior, foi contemplada com o Edital para Artes Visuais – Edição 2015 da Fundação Galeria Ecarta (Porto Alegre, RS) com a individual Ode a Phobos – Ou como É Bom Não Ter Memória. No mesmo ano, realizou a individual Exagerar Já É um Começo de Invenção, na Casa Paralela (Pelotas, RS) e, em 2014, participou do Concurso 3º Prêmio IEAVI com Em Minha Fome Mando Eu, na Fotogaleria Virgílio Calegari (Casa de Cultura Mário Quintana), exposição que lhe rendeu o Prêmio de Melhor Exposição (por salas). Pinturas delinquentes: revelações noturnas à margem da tolerância estética ocidental (e suas infiltrações bem-sucedidas)”, publicado pela Cactus Edições ano passado foi selecionado pelo Festival de Fotolivros da Revista Zum, e agora faz parte do acervo da biblioteca do Instituto Moreira Salles de São Paulo

Sobre a Aura

A galeria, sob direção de Bruna Bailune, compromete-se em localizar trabalhos intrigantes pensados por jovens artistas, em viabilizar e apoiar suas apresentações e, em paralelo, oferecer uma agenda de formação e capacitação tanto voltada aos interessados pelo universo da criação, como a quem busca a compreensão sobre a prática de colecionismo.

Em 2018, a galeria traz uma programação de exposições de artistas mulheres, boa parte delas também com curadoria feminina, o que reforça um de seus principais pilares, que é trabalhar de forma inovadora, apoiar novos talentos e estimular o colecionismo.

Site: www.aura.art.br

Detalhes

Início:
abril 6 @ 10:00
Final:
maio 3 @ 19:00
Evento Tags:
, , , ,