Carregando Eventos

« Todos Eventos

  • Este evento já passou.

25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo

agosto 3 - agosto 12

Entre os dias 3 e 12 de agosto acontece a 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, realizada pela Câmara Brasileira do Livro (CBL). Ao completar 50 anos, o conceito criativo tem como proposta destacar o livro como principal fonte do conhecimento em meio ao turbilhão de estímulos e canais de acesso a conteúdos que a tecnologia hoje proporciona. Com a assinatura “Venha fazer esse download de conhecimento”, a campanha traz elementos que humanizam o livro, utilizando pessoas reais nas peças de comunicação e enfatiza a importância do diálogo e da abertura de perspectivas.

A edição ocupa a totalidade do espaço do Anhembi (75 mil m2), recebe selos editoriais de todos os gêneros, mantém o preço do ingresso da última edição – sem reajustes – e cresce em programação cultural: serão 1.500 horas de atividades (200 a mais que a edição anterior) e 14 espaços oficiais do evento com atividades relacionadas ao universo literário.

“Tivemos o cuidado de trazer uma programação capaz de atingir todos os públicos – das crianças aos adultos – buscando temas atuais, além de melhorar a infraestrutura para melhor conforto e circulação dos visitantes. Este ano, a Bienal do Livro está ainda mais multicultural, une entretenimento, conhecimento, inovação e, claro, muita literatura”, afirma Luís Antonio Torelli, presidente da Câmara Brasileira do Livro (CBL).

Durante os 10 dias de Bienal do Livro, os visitantes poderão ter contato com autores, em encontros e palestras exclusivas. Na programação já estão confirmados importantes autores da cena literária do Brasil e do exterior. Entre os nomes internacionais estão: A. J. Finn, de “A Mulher na Janela”, que em breve ganha as telas do cinema pela Fox Filmes; Victoria Aveyard, autora da série “A Rainha Vermelha”; Soman Chainani, autor da série “A escola do bem e do mal”; Yoav Blum, autor de “Os criadores de coincidências” e Lauren Blakely (05/08), autora “Mister O”.

Já entre os brasileiros estão confirmados: Maurício de Sousa, Mario Sergio Cortella, Luiz Felipe Pondé, Fernanda Montenegro, Ziraldo, Carolina Ferraz, Thiago Castanho, Helena Rizzo, Pam Gonçalves, Carol Christo, Babi Dewet, a turma do Casseta & Planeta, Antonio Prata, Miriam Leitão, Julián Fuks, Maria Rita Kehl e Luiz Ruffato.

O público também poderá contar com a experiência de receber autógrafos dos best-sellers que se apresentarão na Arena Cultural BIC®. A partir de 10 de julho, começarão a ser distribuídas as senhas online para as retiradas de autógrafo da Arena. Já para os três Espaços de Autógrafos Suzano que receberão outros autores nacionais, as senhas serão distribuídas pelas editoras de cada autor, em seus próprios estandes.

Este ano, a Arena Cultural BIC® também traz uma grande novidade: o Encontro de fãs. Realizados no período noturno, sempre às 20h, esses encontros reunirão leitores fãs de gêneros literários como fanfic, wattpad e romances de época. Em alguns encontros, como no caso da fanfic e wattpad escritores brasileiros do segmento debatem com os leitores suas produções, em outras mesas, por exemplo, serão discutidas as obras de grandes autores como J. R. Tolkien ou a emblemática saga de J. K Rolling.

Negócios

Uma das mais importantes feiras literárias do mundo, a Bienal do Livro criou sua história não só na área de entretenimento, mas no campo dos negócios. Por isso, o evento abrigará três importantes iniciativas para profissionais do setor: a 1a Jornada Profissional (rodada de negócios com players nacionais e internacionais); o Interlivros (fórum de discussões sobre o mercado editorial) e o Papo de Negócios, dedicado a reflexões sobre temas de interesse dos profissionais da cadeia do livro como tendências e futuro do setor.

Com o intuito de fomentar o segmento editorial brasileiro também fora do país e expandir o acesso dos brasileiros à rica literatura árabe, esta edição traz como convidado de honra Sharjah, um grande polo de educação e cultura dos Emirados Árabes Unidos, eleita pela UNESCO a capital mundial do livro 2019. Sharjah também abriga a Sharjah Publishing City, a primeira zona livre do mercado de publicação e impressão mundial. “Nossa participação na Bienal será uma grande oportunidade de fortalecer ainda mais nossos laços com o Brasil. Sharjah e Brasil já compartilham vários objetivos, atributos e conquistas e esse evento nos permitirá expandir essa troca de conhecimento e cultura”, afirma Ahmed Al Ameri, Chairman da Sharjah Book Authority (SBA).·.

Outras novidades deste ano são a visitação universitária e a ampliação do dia do Cosplay. Nos dias 7 e 9 de agosto (um dia a mais que na edição de 2016) acontece o dia do Cosplay: quem for vestido a caráter não paga ingresso para o evento. Assim como a visitação escolar, a de universitários pretende conquistar mais leitores.

Espaços culturais

Com uma programação capaz de atingir das crianças aos adultos e com temas contemporâneos e que abarcam a diversidade em todos os aspectos, a Bienal do Livro marca 2018 com um espaço inédito voltado para debates de educação e inovação: Espaço do Saber Microsoft. Os debates e atividades deste espaço conectam-se com o impacto da inovação na Educação e suas tendências, mostrando sua relação com a literatura – temas bastante presentes e importantes na sociedade atual. Traz também espaços que destacam a literatura regional com discussões sobre patrimônio cultural (Espaço Cordel e Repente), atividades voltadas para o público infantil, juvenil, para os amantes da gastronomia, entre outros. A programação completa do evento pode ser acessada pelo link: http://www.bienaldolivrosp.com.br/Programacao/.

São eles:

  • Arena Cultural BIC®: Receberá best-sellers, nacionais e internacionais, como: A. J. Finn; Victoria Aveyard; Soman Chainani; Yoav Blum; Tessa Dare; Lauren Blakely; Charlie Donlea; David Levithan; Marissa Meyer; Fernanda Montenegro; Maurício de Sousa; Mario Sergio Cortella; Luiz Felipe Pondé; Pam Gonçalves; Carol Christo; Babi Dewet; Monja Coen; Bela Gil; Marcos Piangers; Walcyr Carrasco; Adriana Falcão; Padre Elvis; Ziraldo; Nathalia Arcuri; Rafael Cortez; Daiana Garbin; Julia Faria; e turma do Casseta & Planeta.

 

  • Arena de Autógrafos: Receberá os autores que se apresentarão na Arena Cultural para sessões de autógrafos com os fãs.

 

  • Espaço do Saber Microsoft: Novidade nesta edição, o espaço, inédito trará uma programação voltada para educadores, com foco no impacto da inovação na aprendizagem, relacionando questões importantes sobre a conexão entre literatura, tecnologia e educação. Entre os temas em destaque no Espaço Saber estão: acessibilidade e inclusão na sala de aula, desenvolvimento da formação leitora, aspectos sobre educação ambiental e sustentabilidade. Serão apresentados também alguns casos nacionais de sucesso, que utilizaram as soluções da Microsoft para melhorar e acelerar os processos educacionais e tendências para o setor.

 

  • Cozinhando com Palavras: espaço com debates, aula-show e bate-papos dedicados à reflexão sobre a relação da gastronomia com diversos aspectos culturais, entre eles, a literatura. Importantes temas sobre diversidade, questões sociais e de patrimônio cultural estarão em destaque nesta quinta edição do Cozinhando com Palavras. Pela primeira vez, o ambiente recebe o chef colombiano Juan Manuel Barriento, do estrelado El Cielo, que tem um trabalho intenso de capacitação de ex-guerrilheiros e refugiados. Outros nomes que marcam presença no espaço: Morena Leite, Gabriela Kapim, Thiago Castanho, Tereza Paim, Ivan Achcar, Breno Lerner, Janaina Rueda, Olivier Anquier, Rodrigo Oliveira e até o apresentador Zeca Camargo.

 

  • Salão de Ideias: Com curadoria CBL e Sesc São Paulo, contemplará discussões atuais e de amplo interesse, estabelecendo relações entre as questões sociais e as artes, como a literatura, a música e o cinema. Mesas sobre os temas: Fakenews, lideranças negras, o protagonismo da mulher negra, abolição da escravatura, feminismo e outras importantes discussões atuais. Debates sobre gêneros literários também serão destaque no Salão como crônicas (com Miriam Leitão e Antônio Prata), Poesia (Ryane Leão e Alice Sant’ Anna, Romance Policial (Raphael Montes e Vitor Bonini), entre outros.

 

  • BiblioSesc: (Praça da Palavra e Praça de Histórias) – Duas praças, com caminhões biblioteca e atividades para o público, apresentarão desde saraus, contação de histórias e slams até espetáculos de música e literatura. Nomes como Elisa Lucinda, Eva Furnari, Xico Sá, Sergio Vaz, entre outros, estarão presentes na programação.

 

  • Auditório Edições Sesc São Paulo – espaço para encontros criados a partir dos livros das Edições Sesc e dos temas presentes na programação da instituição. Serão oferecidas mesas sobre cinema, música, filosofia, história, arquitetura, meio ambiente, antropologia, entre outras, além de temas importantes da atualidade.

 

  • Espaço Infantil – Tenda das Mil Fábulas Correios – o nome foi escolhido em homenagem ao nosso convidado de honra, Sharjah, nos Emirados Árabes, e faz referência a uma obra bastante representativa na cultura árabe: o Livro das Mil Fábulas, conhecido no ocidente como o Livro das Mil e Uma Noites. O espaço traz atividades para as crianças, nas quais estão presentes fábulas, lendas, histórias, contos e mitos, com destaque para a diversidade cultural brasileira e a diversidade humana. Entre os autores confirmados na Tenda estão: Ana Maria Machado, Lázaro Ramos, Ziraldo, Mauricio de Sousa, Daniel Munduruku, Cristino Wapixana e Yaguarê Yamã.

 

  • Espaço Cordel e Repente – contará com cordelistas e repentistas de 8 estados do Nordeste, além de poetas radicados em São Paulo Rio de Janeiro e Brasília. Além de oficinas, debates e encontros com autores. Entre os nomes que participam de atividades neste local estão: Moraes Moreira, Socorro Lira, Maciel Melo e Bráulio Tavares.

 

  • Espaços de Autógrafos Suzano – Três espaços receberão autores convidados pelas editoras e expositores da Bienal do Livro.

 

  • Espaço Papo de Mercado – Espaço dedicado a reflexões sobre temas de interesse dos profissionais da cadeia do livro. Serão debatidos temas como: autopublicação, livros brasileiros no mundo, feiras literárias, negociação de direitos autorais com países árabes, tendências de mercado e a importância da exportação para o mercado hoje.

A 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo no Anhembi, contará com um espaço exclusivo criado para resgatar a Cultura Popular Nordestina. Denominado “Cordel e Repente” e organizado pela Editora IMEPH, o espaço contará com um caminhão personalizado dentro do pavilhão, que se transformará em um grande palco para artistas que se expressam através dessa literatura.

“O Espaço do Cordel e Repente se consolidou como uma ação de grande porte na divulgação, preservação e disseminação das artes e saberes ligados a cultura tradicional nordestina. Com muita satisfação, vamos levar esse ano cerca de 100 artistas entre cordelistas, repentistas, escritores, músicos e contadores de histórias. Na edição de 2016, fomos eleitos pelo Instituto Data Folha como o segundo espaço mais visitado da 24ª Bienal, esse ano, gostaríamos de ser o primeiro.”, comenta Lucinda Marques, curadora do espaço.

Entre os destaques da programação está Moraes Moreira, integrante do grupo “Novos Baianos”, que fará o lançamento de uma nova edição do livro “A História dos Novos Baianos e Outros Versos”, escrito em linguagem de cordel. Após o lançamento com sessão de autógrafos, o artista fará um pocket show para o público.

Conheça alguns destaques do espaço:

Moraes Moreira 

Dia 3 de Agosto às 18h40: Lançamento de livro “Os Novos Baianos”, sessão de autógrafos e pocket show.

Compositor, cantor e violonista, começa a carreira artística tocando sanfona de 12 baixos. Na década de 1960 opta pelo violão e muda-se para Salvador. Passa a estudar música e conhece Paulinho Boca de Cantor, Luiz Galvão – que viriam a integrar a banda Novos Baianos – e Tom Zé. O grupo musical é considerado um marco na MPB e alcança sucesso de público e de vendas. Em 1975 parte para a carreira solo. Toca com o trio elétrico de Dodô e Osmar (pai do parceiro Armandinho) e faz grande sucesso com a marchinha Pombo Correio, parceria com Dodô e Osmar. Lá Vem o Brasil Descendo a Ladeira – com vários parceiros consagrados – consolida seu sucesso musical. A música Santa Fé – parceria com Fausto Nilo – é tema de abertura da novela Roque Santeiro (Rede Globo em 1985). Em 1997, reúne o grupo Novos Baianos e lança o disco ao vivo Infinito Circular, com canções dos discos anteriores e algumas inéditas. Em 2002 publica o livro A História dos Novos Baianos e Outros Versos, escrito em linguagem de cordel.

Maciel Melo 

Dia 4 de Agosto às 18h40: Lançamento de livro “O Refúgio das Interrogações”, sessão de autógrafos e pocket show.

Dia 5 de Agosto às 17h30: Lançamento de livro “A Poeira e a Estrada”, sessão de autógrafos.

Cantor e compositor, inovou o forró nos anos 90. É considerado uma referência da música nordestina, tendo como ponto de partida a canção Caboclo sonhador, que se tornou icônica. Seu primeiro disco, Desafio das Léguas, teve participações de Vital Farias, Xangai, Dominguinhos e Dércio Marques. Melodista, letrista e cantor afinado com a cultura tradicional, Maciel Melo fez releituras de clássicos de Geraldo Azevedo, José Marcolino e Gilberto Gil, entre outros. A temática de suas letras dá continuidade ao forró que teve as bases assentadas por Gonzagão. Ganhou diversos prêmios, dentre eles o de 1o lugar, no Canta Nordeste (Rede Globo/1995), com “Meninos do Sertão” – parceria com Petrúcio Amorim – que integrou a trilha sonora da novela Marcas da Paixão (TV Record). Em 2008 conquistou o 3º lugar no Festival de Música e Arte de Garanhuns-PE. Em 2003 teve a canção “Dama de Ouro” – parceria com Zéu Britto – incluída na trilha de Lisbela e o Prisioneiro. Em 2013 a música Rainha foi incluída na trilha sonora da novela Flor do Caribe (Rede Globo) e em 2016 atuou, juntamente com Xangai, na novela Velho Chico. Em 2012 fez uma homenagem ao Rei do Baião Luiz Gonzaga em Nova York. Lançou 01 LP, 17 CDs e 02 DVDs. Tem publicado o livro A poeira e a estrada, pela Editora IMEPH.

Socorro Lira 

Dia 4 de Agosto às 16h: Lançamento de livro “A Língua que a Gente Fala”e sessão de autógrafos.

Poeta, compositora, intérprete, instrumentista e produtora cultural. Em 2012 recebeu o 23º Prêmio da Música Brasileira de Melhor Cantora (categoria regional). Em 1998 foi contemplada com o PRÊMIO EUROPA 98 da “Associazione Senza Frontiere” para intercâmbio cultural, de Lentate Sul – Seveso, Itália. Já se apresentou na Itália, França, Grécia, Espanha, Portugal, Moçambique, Gana, Argentina e Venezuela, em eventos coletivos e shows individuais.

Xangai

Dia 8 de Agosto às 20h: Pocket show

Dia 9 de Agosto às 20h: Pocket show

A influência da cultura tradicional formata sua obra. Filho e neto de sanfoneiros, teve seu primeiro disco, Acontecivento, lançado em 1976 pela gravadora CBS, mas depois seguiu uma carreira independente, desvinculada das grandes gravadoras. Cantador, trovador, violeiro, gravou, além dos discos individuais, um em parceria com Renato Teixeira e dois volumes do disco “Cantoria”, resultado de um show ao lado de Elomar, Vital Farias e Geraldo Azevedo, realizado em 1984. Com sua voz forte e marcante, interpreta composições próprias e adaptações de textos da tradição oral nordestina em ritmo de Xote, Cocos e Toadas. Fez uma participação como ator na telenovela Velho Chico, da Rede Globo, e também é autor de canção integrante da trilha sonora. Foi escolhido como melhor cantor no 27° Prêmio de Música Brasileira, na categoria Música Regional.

Braulio Tavares

Dia 8 de Agosto às 14h: Lançamento de livro “Bandeira Sobrinho – uma vida e alguns versos”, sessão de autógrafos e pocket show.

Bráulio começou a escrever influenciado pelo pai e com a idade de oito anos já havia produzido alguns sonetos, nunca publicados. Teve vários livros de poesias e ficção científica editados, além de dois folhetos de cordel, a saber: “Cantoria: regras e estilos” e “Cabeça elétrica, coração acústico” no ano de 1981. Com forte influência da literatura de cordel, escreveu a peça “Folias Guanabaras”, espetáculo dirigido por Ivaldo Bertazzo com o Corpo de Dança da Maré e a participação da atriz Rosi Campos e do ator, cantor e compositor Seu Jorge.

Chambinho do Acordeon

Dia 10 de Agosto às 20h: Pocket show.

Cantor, compositor, acordeonista e ator, teve sua carreira alavancada pela excelente intepretação de Luiz Gonzaga jovem. Aprendeu acordeom com seu avô, Zezinho Barbosa, passando, assim, a desenvolver um trabalho referenciado na obra de grandes sanfoneiros nordestinos.

Realizada pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), serão 10 dias no qual os visitantes poderão viver diversas experiências culturais, ter contato direto com autores, participar de bate-papos e conferir palestras exclusivas. Com a assinatura “Venha fazer esse download de conhecimento”, a campanha deste ano enfatiza a importância do diálogo, da abertura de perspectivas e busca de novos conceitos.

25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo – Denominado “Cordel e Repente” e organizado pela Editora IMEPH, o espaço contará com um caminhão personalizado dentro do pavilhão, que se transformará em um grande palco para artistas que se expressam através dessa literatura.

A 25a Bienal Internacional do Livro de São Paulo conta com os seguintes patrocinadores e parceiros: Itaú, Microsoft, BIC®, Suzano, Submarino, Lupo, Lojas Americanas, EDP, Correios, SESC SP, Itaú Cultural e Abigraf.

Serviço 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo:

Data: De 03 a 12 de Agosto de 2018.

Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi

Endereço: Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana – CEP: 02012-021 – São Paulo – SP

Os ingressos já estão à venda pelo site oficial do evento e pelo telefone (11) 2626-1061.

Instagram: www.instagram.com/bienaldolivrosp/

Facebook: www.facebook.com/Bienaldolivrosp

Twitter: twitter.com/bienaldolivrosp

Site: www.bienaldolivrosp.com.br